• 28 de janeiro de 2015
  • 0

TRE julga ação que mantém prefeita de Itinga no cargo

Na corrida contra o tempo para tentar permanecer à frente da prefeitura de Itinga (615 Km de São Luís), a prefeita cassada Luzivete Botelho da Silva, a Bete Botelho (PDT) será julgada mais uma vez pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, na sessão desta quinta-feira (29).


A pedetista já sofre duas derrotas na Justiça Eleitoral. A primeira foi em dezembro de 2013, quando ela e o vice Francisco Bosco do Nascimento, reeleitos nas eleições 2012, foram cassados por uma decisão de primeira instância proferida pelo juiz da 98ª zona eleitoral de Açailândia. A segunda derrota ocorreu, em novembro do ano passado, quando os membros do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão resolveram manter a mesma decisão da primeira instância.

Foi então que, por meio de seus advogados, a prefeita cassada de Itinga, resolveu entrar com uma ação cautelar para tentar permanecer no cargo até o julgamento da ação cautelar.

Na tarde desta quinta, a Corte Eleitoral deverá julgar a ação que na prática não deve mudar em nada o cenário atual da política de Itinga. Especialistas consultados pelo blog garantem que Bete e seu vice Francisco Bosco continuam no poder até o julgamento dos embargos de declaração.

Deixe o seu comentário