Presidente do TCE estaria atuando em ações do filho

Escritório Pavão Filho Advogados Associados recebeu fecha contratos para fazer defesa de 'maus gestores'.

Escritório Pavão Filho Advogados Associados fecha contratos para fazer defesa de ‘maus gestores’.

Investigados no Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão por ocorrência de dano à administração pública, gestores públicos – na maior parte dos casos, prefeitos, secretários municipais e diretores de autarquias, contrataram o escritório do advogado João Jorge Jinkings Pavão Filho, herdeiro do presidente do tribunal, conselheiro João Jorge Jinkings Pavão, para defendê-los nos processos. João Pavão Filho também foi nomeado com funcionário do órgão quando o pai foi presidente da Corte de Contas no biênio 2003/2004.

TCE1

Em abril de 2004, por exemplo, João Pavão Filho foi aprovado na Ordem dos Advogados do Brasil e, começou a atuar como advogado, chegando, inclusive, a transformar o próprio órgão público como uma espécie de escritório privado. Nesse período, ele chegou a informar à OAB como contato comercial, o endereço do próprio TCE, conforme os dados de inscrição.

PAVAO FILHO

Mas além de usar a estrutura pública do tribunal, o filho do presidente da Corte de Contas maranhense, também vem faturando alto em contratos com prefeituras que tem gestores com processos no TCE.

No município de Senador Alexandre Costa, onde o prefeito José Carneiro Filho, o Carneirinho (PMDB), tem contas a acertar com a Justiça, o escritório Pavão Filho Advogados Associados fechou contrato com a Prefeitura no valor de R$ 31.500 (trinta e um mil e quinhentos).

AlexandreTCE

Alexandre1

Com a Prefeitura de Pirapemas, onde o prefeito Iomar Martins (PSB) é investigado pelo TCE por irregularidades envolvendo o mau uso de recursos públicos, o filho do Presidente da Corte de Contas, assinou contrato no valor de R$ 52.500 (cinquenta e dois mil e quinhentos).

Pirapemas TCE

Pirapemas

Em Itapecuru, o escritório foi contratado com verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação –Fundeb, no valor de R$ 54.000 (cinquenta e quatro mil). Segundo levantamento realizado pelo BLOG, o escritório foi contratado para defender o gestor Magno Rogerio Siqueira Amorim em processo de Tomadas de Contas aberto pelo tribunal, conforme documento em anexo.

ItapecuruTCE

itapecuru2

Na cidade de Turiaçu, o enrolado prefeito Joaquim Umbelino Ribeiro (PV) que enfrenta processo por rejeição de contas, também recrutou o escritório Pavão Filho Advogados para fazer sua defesa junto ao tribunal. O valor do contrato foi alto: R$ 121.920 (cento e vinte e um mil, novecentos e vinte reais).

TuriaçuTCE

diarioturiacu

Outro contrato que o filho do presidente do TCE acabou abocanhando, foi no município de Cedral, cujo prefeito Gabriel Cuba (PMDB) é ‘ficha suja’ e possui varias contas rejeitadas com transito em julgados.  O valor do contrato foi de R$ 40.000 (quarenta mil).

CedralTCE

cedral1

PESO EXPLICA TRATAMENTO DESIGUAL

A diferença no tratamento dado às contas das prefeituras com maus gestores se deve, principalmente, ao relacionamento familiar entre filho e o presidente do Tribunal de Contas (TCE). Nos próximos dias, o blog vai trazer outros negócios que envolvem a família Jinkings Pavão com municípios administrados por gestores que enfrentam processos na Corte de Contas por irregularidades. Aguardem!

4 Comentários

Deixe o seu comentário