Escola fantasma liga deputado federal a esquema em Santa Rita

Deputado federal Weverton Rocha, entre o deputado estadual Zé Inácio e o vereador Ivo Gomes. Empresa fantasma pode ser pivô de escândalo envolvendo os três. Aguardem!

Deputado federal Weverton Rocha, entre o deputado estadual Zé Inácio e o vereador Ivo Gomes. Empresa fantasma pode ser pivô de escândalo envolvendo os três. Aguardem!

Recursos assegurados pelo deputado federal, Weverton Rocha (PDT), para construção de uma escola no povoado Rancho Papouco, em Santa Rita, beneficiaram uma empreiteira fantasma, cuja sede fica na residência do vereador Ivo Gomes (PDT), aliado político do deputado.

Conforme o blog apurou, Rocha apresentou emenda ao Orçamento de 2013 para destinar mais de R$ 1 milhão da União à construção da unidade de ensino. No dia 17 de dezembro de 2013, a Prefeitura de Santa Rita realizou licitação para executar a obra. Misteriosamente, a Novo Horizonte Comércio e Construções Ltda, empresa que funciona na casa do próprio vereador [aliado de Weverto] ganhou a licitação.

Contrato para construção da obra foi publicado no Diário Oficial da União em 17 de junho de 2014

Contrato para construção da obra foi publicado no Diário Oficial da União em 17 de junho de 2014

VEJA TAMBÉM:
Em Santa Rita, prefeitura contrata empresa registrada em endereço residencial de vereador
Empresa ligada a mulher de vereador recebe e abandona obra em Santa Rita

De acordo com documentos obtidos pelo blog, as obras da unidade de ensino que deveriam ser iniciadas em dezembro de 2013, tinham prazo de conclusão em 180 (cento e oitenta) dias. O contrato foi assinado pelo prefeito Antônio Cândido Santos Ribeiro, o Tim (PRB) e a sócia da empresa, Gisele Pinho Soares que, inclusive, seria esposa do parlamentar santa-ritense.

No lugar da escola ‘construída’ com emenda de R$ 1 milhão existe apenas o terreno

No lugar da escola ‘construída’ com emenda de R$ 1 milhão existe apenas o terreno

O problema é que, após um ano da assinatura do contrato, moradores do Rancho Papouco, denunciam que a escola não foi construída e, no lugar da obra, existe apenas um terreno.

“Apesar de ter conseguido aprovar a emenda, o dinheiro proposto pelo deputado [Weverton Rocha] para a construção da escola até hoje não beneficiou a população da comunidade”, denuncia um morador da localidade que pediu o sigilo da identidade, temendo represarias.

Moradores dizem que já procuraram a ‘escola’, mas só encontram o terreno

Moradores dizem que já procuraram a ‘escola’, mas só encontram o terreno

Os moradores suspeitam de que a Novo Horizonte apenas tenha emitido notas fiscais frias para justificar o empreendimento. O mais grave, segundo as suspeitas dos populares, é que o dinheiro da obra pode ter sido usado na campanha de 2014.

DISCURSO REVELADOR
As suspeitas ficaram mais evidentes depois de um pronunciamento do vereador Ivo Gomes, na Câmara de Santa Rita, no dia 10 de outubro do ano passado [cinco dias depois das eleições]. Na ocasião, conforme cópia dos áudios da sessão, o parlamentar ocupou a tribuna da Casa Legislativa para agradecer a expressiva votação obtida pelos seus candidatos Weverton Rocha, candidato a deputado federal pelo PDT, com 2.210 votos; Zé Inácio, candidato a deputado estadual pelo PT, com 916 votos; e Flávio Dino, candidato do PCdoB a governo do Maranhão, com 10.037 votos.

O próprio vereador declarou na Câmara que ‘emendas’ ajudaram a eleger Weverton

Em seu discurso, Ivo chegou a citar alguns exemplos que levaram a população a acreditar e votar em Weverton Rocha. Ele revelou, inclusive, que outras emendas enviadas pelo deputado no valor de R$ 800 mil beneficiaram o Município. Os recursos, segundo ele, seriam para a construção de duas creches: no Residencial Cinco Estrelas e no Povoado Pedreiras. Os investimentos também serviriam para obras nos povoados de Recurso, João Mendes e Giquiri. O blog está apurando cada uma das obras que deveriam ser realizadas com recursos das emendas.

MAIS UMA PROVA DO CRIME
O áudio com o discurso do vereador era a prova que faltava para ligar o deputado federal ao esquema de corrupção no município santa-ritense. O material também pode servir para uma representação que vai investigar desvio de verbas no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). O blog vai continuar trazendo esses e outros detalhes do esquema nos próximos dias. O escândalo é grande e pode atingir, inclusive, um dos deputados novatos na Assembleia Legislativa. Aguardem!

1 comentário

Deixe o seu comentário