Prefeito recebe verba, mas não constrói hospital em Santa Rita

Os moradores do Loteamento “Nova Conquista”, no município de Santa Rita, esperam pela construção de um hospital de média complexidade, com vinte leitos e, se dependerem do prefeito Antônio Cândido Santos Ribeiro, o Tim (PRB) muitos deles terão de aguardar ainda mais. E, não é por falta de recursos.

Prefeitura recebeu R$ 240 mil do governo federal para construir hospital e nada fez

Prefeitura recebeu R$ 240 mil do governo federal para construir hospital e nada fez

Em 2013, por exemplo, o Fundo Municipal de Saúde recebeu cerca de R$ 240 mil, de verbas do governo federal, para construir o estabelecimento naquele ano, mas, até agora, nada fez. O repasse financeiro foi realizado por meio das transferências fundo a fundo, que destina dinheiro para municípios realizarem ações na área da saúde.

O acordo firmado com a prefeitura prevê a construção da unidade, com o orçamento de R$ 1,6 milhão. No dia 30 de dezembro de 2013, uma das parcelas do dinheiro foi repassada, mas dois anos depois, os serviços não foram iniciados e ninguém sabe o que o prefeito Tim fez com os recursos.

Ministério da Saúde repassou R$ 240 mil para construção de unidade orçada em R$ 1,6 milhão

Ministério da Saúde repassou R$ 240 mil para construção de unidade orçada em R$ 1,6 milhão

A resposta pode está com o ex-secretário municipal de Saúde, Uthan Avelino de Jesus Carvalho, exonerado na semana passada, depois que fugiu de uma convocação na Câmara para explicar o caos no setor. O ex-auxiliar de Tim possui forte ligação com o agiota Josival Cavalcanti da Silva, mais conhecido como Pacovan, investigado pela Operação Usura, deflagrada em 2011 pela Polícia Federal.

Em 2014, chefe do executivo municipal santa-ritense assinou portaria publicada no Diário Oficial do Estado delegando uma série de poderes ao ex-secretário. Entre as atribuições, Uthan tinha poderes para delegar despesas para movimentação bancária, gestão de contas públicas e a assinatura de documentos relacionados, justamente para ordenação de despesas do Fundo Municipal de Saúde.

Na última semana, Tim aceitou a exoneração do secretário ligado ao agiota Pacovan, porém, as diversas irregularidades cometidas por Uthan na pasta da saúde poderão levar o prefeito a responder vários processos judiciais. Por envolver verbas do governo federal, é bem capaz que o gestor santa-ritense venha ser alvo de uma operação que investiga desvios de recursos públicos. O blog vai trazer mais detalhes sobre o assunto na próxima semana.

1 comentário

Deixe o seu comentário