Vereador nega ser ‘infiel’, mas recebe defesa de rival

camara

Tchabal, foi um grande aliado de Alan na Câmara. Sempre votava nos projetos caladinho.

Um dia depois de ser alvo de críticas por parte dos adversários, o vereador Tchabal (PROS), um dos virtuais candidatos à Presidência da Câmara de Bacabeira, resolveu se manifestar em seu perfil no Facebbok.

Considerado um parlamentar do ‘baixo clero’ da politica bacabeirense pelo seu inferior poder de articulação, Tchabal publicou uma nota nas redes sociais – que supostamente não foi escrito por ele – visto que é quase um semi-analfabeto e o texto estava em português correto, com digitais jornalísticas, como se tivesse sido editada por algum profissional da área de comunicação.

Na nota, o vereador negou ser infiel e explicou que apesar de, mesmo estar filiado ao PROS, decidiu apoiar a candidata Fernanda Gonçalo (PMN), adversária do candidato do qual seu partido estava coligado, por causa da ‘liberdade de expressão’.

>>Vereador ‘infiel’ quer comandar Câmara de Bacabeira

“Me acusam de ser ‘infiel’ pelo fato de, mesmo filiado ao PROS, ter decido apoiar a candidata Fernanda Gonçalo (PMN), adversária do candidato do qual meu partido estava coligado. Ocorre que meu apoio à rival do grupo apoiado pela minha legenda, decorre da liberdade de expressão, protegido inclusive na esfera cível”, declarou.

Os argumentos de Tchabal estavam quase convencendo, mas um detalhe chamou a atenção dos seguidores do parlamentar nas redes sociais: a defesa de Daniel Mendes – rival que é o principal aliado de Alan Linhares, adversário politico do grupo que hoje apoia o vereador na disputa pelo comando da Casa Legislativa.

Tchabal postou a nota ‘se sentido tranquilo com Daniel Mendes”, aliado do adversário de Fernanda, que comanda o PROS no município

Tchabal ‘se sentido tranquilo com Daniel Mendes’, aliado de Alan, que comanda o PROS na cidade

No conteúdo compartilhado no perfil do parlamentar, Daniel postou o seguinte comentário. “O PROS de Bacabeira enquanto estiver sob minha presidência jamais adotará qualquer medida que prejudique o Vereador Tchabal de Lauzinho”, disse.

A declaração do aliado de Alan em apoio a Tchabal foi vista com desconfiança. É que na campanha, o vereador que é filiado ao PROS, estava na coligação do PCdoB e depois saiu para apoiar o grupo do PMN que tinha como candidata a prefeita eleita, Fernanda. Como traiu uma vez, se virar presidente da Câmara, o parlamentar tem tudo para trair outra vez e o comentário de Daniel pode ter sido a senha. Ou seja, com Romualdo ou com Tchabal, Alan estará bem representado para colocar em prática suas ‘maldades’ contra a futura prefeita Fernanda (PMN).

Depois de pedir cassação do registro na justiça

Depois de pedir cassação do registro de Tchabal na justiça, dirigente do PROS agora defende vereador

Talvez seja por esse motivo que o ex-prefeito José Reinaldo Calvet iniciou uma articulação nos bastidores em busca de apoios para a candidatura da filha, Kelyane. Profundo conhecedor da politica bacabeirense, Calvet sabe muito bem quem é quem. E, por ter sido traído uma vez, ficou ainda mais escaldado quando o assunto é aliança em torno de um nome para comandar um Poder naquele município. A posição de Calvet lembra muito aquele velho ditado que diz: “Quem avisa, amigo é”.

Leia mais notícias em blogdoantoniomartins.com e siga nossa página no Facebook. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por WhatsApp pelo telefone (98) 99158 6766.

1 comentário

  • dayana silva

    22 de dezembro de 2016 05:48:17

    Que infeliz publicação,

    gente o tempo de eleição já passou, parem de ficar se lamentando .

    Admiro muito vc blogueiro, chamando o Tchabal de analfabeto, será que vc pensa que só pq ele não é do “alto clero” que

    ele não saiba escrever , não saiba lê? Conheço muita gente do “alto clero” que é tão anallfabeto , ah esqueci isso vc não

    vê!!

Deixe o seu comentário