• 14 de novembro de 2017
  • 0

Recurso contra Josimar de Maranhãozinho volta à pauta do TSE

Deputado é acusado de compra de votos e de abuso de poder político nas eleições de 2012, quando fez seu sucessor no município

Voltou à pauta do Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta segunda-feira 13, o julgamento de um recurso contra o deputado estadual Josimar de Maranhãozinho, interposto pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) do Maranhão.

A ação deveria ter sido julgada desde a semana passada, no dia 7, mas acabou sendo adiada. A nova data marcada é para esta terça-feira 14.

De acordo com os autos, então prefeito do município de Maranhãozinho, Josimar teria comprado votos e de abusado de poder político nas eleições de 2012, para fazer seu sucessor, José Auricélio, e o vice da chapa, Raimundo Tarcísio de Lima. Todos são do Partido da República, o PR, presidido pelo parlamentar no Maranhão.

Em julho de 2015, o três chegaram ser condenados pela juíza Cynara Elisa Gama Freire, da 101º Zona Eleitoral, de Governador Nunes Freire, tornando-se inelegíveis até 2020.

Contudo, ao recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, Josimar conseguiu, milagrosamente, não apenas anular todas as provas produzidas no processo cautelar preparatório, como convencer a maioria dos membros da Corte de que “o arcabouço probatório produzido nos autos mostrou-se […] frágil e insuficiente para demonstrar a prático do ilícito narrado”.

O relator do recurso é o ministro Luiz Fux.

A sessão de julgamento está prevista para começar a partir das 19 horas.

Deixe o seu comentário