Deputado culpa prefeitura de Santa Rita por escola fantasma

Deputado Weverton Rocha (PDT-MA)

Por meio de sua Assessoria de Comunicação, o deputado federal, Weverton Rocha (PDT), isentou o vereador Ivo Gomes (PDT), em relação a uma escola fantasma no povoado Rancho Papouco, em Santa Rita e, culpou o prefeito Antônio Cândido Santos Ribeiro, o Tim (PRB), pelo abandono da obra.

No lugar da escola ‘construída’ com emenda de R$ 1 milhão existe apenas o terreno

O empreendimento beneficiou uma construtora, cuja sede fica na residência do parlamentar santa-ritense, aliado político do deputado. Rocha afirmou que sua função é viabilizar os recursos. No entanto, a execução dos investimentos é de competência do Poder Executivo.

VEJA O QUE DIZ A NOTA DE ESCLARECIMENTO

Acerca do conteúdo inverídico divulgado por este blog, intitulado “Escola fantasma liga deputado federal a esquema em Santa Rita”, venho a público esclarecer que:

1- Minha função é viabilizar os recursos. A execução dos mesmos é de competência do Poder Executivo. No entanto, indo além dessa prerrogativa, acompanho e fiscalizo o andamento das obras.

2- Os recursos das duas emendas aprovadas para o município de Santa Rita, no orçamento de 2013, foram apenas empenhados, mas não foram pagos devido a pendências de documentação da Prefeitura Municipal. Uma delas, no valor de R$ 250 mil, seria destinada à pavimentação dos povoados Nova Vida e Cai Coco, cujo projeto ainda está no Ministério das Cidades, e a outra, no valor de R$950 mil, seria para a construção de uma unidade escolar no povoado Fé em Deus, e não Rancho Papouco, como mencionado na matéria.

Por fim, quero deixar claro que as minhas alianças políticas não visam beneficiamento próprio e, tampouco de terceiros, e, sim, facilitar articulações locais no envio de recursos em prol da melhoria da qualidade de vida da população.

Estou à disposição para quaisquer outros esclarecimentos.

Weverton Rocha
Deputado Federal pelo PDT/MA

1 comentário

  • Marcela

    11 de Março de 2015 09:11:25

    Amigo, que especie de jornalista em formação que tu é, que não tem a capacidade de interpretar uma nota? Não sabe ou é mais uma mau caráter disfarçado de blogueiro no MA. Qual foi a parte do ” não foi pago por problemas com a documentação da prefeitura” que tu não entendeu? Se não houve o repasse do recurso, logo não existe abandono de obra. É muita triste essa mídia maranhense em formação.

Deixe o seu comentário