• 6 de Abril de 2015
  • 0

Dimensão foi investigada por fraude em imposto sobre imóveis

Já afundada nos vários escândalos de financiamento de imóveis da Caixa Econômica Federal revelados, ano passado durante a Operação Cartago, a Dimensão Engenharia e Construção Ltda enfrentou novas acusações. Representantes da maior empresa do segmento no estado foram suspeitos de cometer crimes contra a ordem tributária por supostas fraudes em recolhimento de Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) no Maranhão.

PF

Investigada pela PF, construtora é alvo de vários processos na Justiça

As supostas irregularidades foram alvo de um procedimento investigatório criminal, instaurado pelo Ministério Público Estadual. Segundo as informações obtidas com exclusividade pelo BLOG, o Órgão Ministerial recebeu uma “notícia-crime” de que representantes da empresa adquiriram um imóvel localizado na Estrada do Turu-Calhau, em São Luís, no valor de R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais), tendo sido, contudo, lavrada escritura de compra e venda de apenas R$ 125.000,00 (cento e vinte e cinco mil reais).

PF-na-porta-do-prédio-de-Barbosa-da-Dimensão

Dimensão comprou mansão por R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais), mas lavrou escritura de compra e venda de apenas R$ 125.000,00 (cento e vinte e cinco mil reais).

Como consequência, o valor recolhido a título de ITBI – Imposto de Transmissão de Bem Imóvel teria sido de apenas R$ 2.515,00 (dois mil, quinhentos e quinze reais), o que configuraria sonegação fiscal, conforme extrato de pagamentos de débitos, que constam nos autos do processo.

Para pode fugir de uma investigação maior, posteriormente, a Dimensão Engenharia resolveu recolher o tributo devido, no montante de R$100.000,00 (cem mil reais). Por conta disso, a Justiça decretou a extinção da punibilidade e o consequente arquivamento do inquérito policial, conforme documento em anexo.

processo1

Para fugir de investigação, Dimensão resolveu recolher o tributo devido, no montante de R$100.000,00 (cem mil reais)

ESQUEMA DE FINANCIAMENTO
A Polícia Federal deflagrou ano passado, a Operação Cartago que teve como objetivo desarticular esquema fraudulento na carteira de financiamento de imóveis da Caixa Econômica Federal.

Investigado pela Operação Cartago, empresário Antônio Barbosa pode ser pivô de novo escândalo

A operação cumpriu, inclusive, mandados de busca e apreensão na construtora Dimensão, uma das maiores do estado, e na casa do proprietário da empresa, Antônio Barbosa Alencar (foto). Nos próximos dias o blog vai mostrar um pouco da ‘ficha corrida’ da empresa e de seus representantes. Os processos correm tanto na Justiça Estadual quanto na Federal. Aguardem!

Clique e confira a íntegra da decisão do processo que a Dimensão foi investigada

Deixe o seu comentário