• 11 de Abril de 2015
  • 0

Portal da Transparência da Prefeitura esconde gastos da Secretaria de Saúde

O Palácio de La Ravardière se recusa a divulgar gastos da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), mesmo com o discurso de que o prefeito Edivaldo Júnior está empenhado na transparência de gastos públicos.

A secretária Helena Duailibe – que bateu recorde em contratos por dispensa de licitação em 2014 – não tem divulgados gastos com combustível, aluguel de carros e outras despesas desde o início da gestão.

Helena Duailibe esconde gastos da Semus

O contrato da pasta com o Instituto Cidadania e Natureza (ICN) no valor de R$ 15 milhões, por exemplo, é uma das despesas da Semus que não está disponível no Portal Transparência.  O acordo ocorreu no dia 24 de julho do ano passado, num processo de escolha longe da clássica licitação.

O BLOG destaca que não é possível saber quanto já foi pago ou quanto resta a ser pago ao Instituto Cidadania e Natureza (ICN), classificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Também não sabemos a circunstância em que a verba foi usada, já que poucas informações são públicas e estão disponíveis de forma desorganizada apenas no Diário Oficial do Município (DOM).

Na próxima semana, o BLOG vai protocolar um pedido na Secretaria, via Lei de Acesso à Informação, por informações sobre o repasse de R$ 15 milhões a Oscip.

Veja a relação dos órgãos que divulgam suas despesas no Portal Transparência:

helena

Deixe o seu comentário