• 26 de Março de 2015
  • 0

Deputado denuncia escutas clandestinas e cobra apuração

Deputado Raimundo Cutrim (PC do B) / Foto: Agência Assembleia

O deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB), ex-secretário de segurança pública do Maranhão, utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, para pedir ao governador Flávio Dino uma auditoria no Guardião, sistema de gravações de ligações telefônicas do serviço de inteligência da Polícia do Maranhão.

– Estou encaminhando um pedido novamente ao governador [Flávio Dino] para que ele possa fazer uma auditoria nos últimos dez anos no Guardião para saber se o equipamento foi utilizado de forma adequada – prometeu o deputado comunista com vasta experiência na área de segurança pública.

OUÇA O DISCURSO

CASO DÉCIO SÁ
No mesmo pronunciamento, Cutrim também cobrou rigor na apuração do assassinato do blogueiro e jornalista do Sistema Mirante de Comunicação, Décio Sá, ocorrido em 2012, em plena Avenida Litorânea, em São Luís.

O parlamentar disse que leu a edição de hoje do Jornal Pequeno, e viu uma matéria que cobra a reabertura do caso Décio Sá, que no mês de abril completa três anos de tramitação na justiça. A matéria questiona: Quem mandou matar o jornalista e blogueiro Décio Sá?

– Essa é uma pergunta que até hoje ninguém nunca respondeu com 100% de precisão, o que pode acontecer se a Secretaria de Estado de Segurança Pública, o Ministério Público Estadual e a Justiça acatarem a sugestão de reabrir o caso – informou.

Deixe o seu comentário